Planejando novo ataque contra a ex-mulher, Isaac Sales da Silva fugiu do 11° Distrito Policial de Curitiba, nesta quarta-feira (18). Ele havia sido preso na noite do dia 27 de novembro, após matar dois familiares de Edna de Araújo, com quem não aceita o fim do relacionamento. À família, a polícia informou que Isaac se escondeu em um caminhão para a fuga. Horas depois de escapar, Isaac foi recapturado com uma faca no bairro Cajuru, já perto da casa de Edna.

Reprodução Google Street View

Em entrevista à Banda B, Edna contou que passou horas de desespero após saber da fuga. “Eu estou muito nervosa, não dormi nada. Por mais que eu saiba que estou protegida aqui na delegacia, estou com muito medo. Eu acho que só vou conseguir ficar tranquila quando ele for para uma penitenciária e a gente saiba que ele não vai mais sair”, relatou.

Edna foi avisada da fuga pela filha de Isaac. À família, a polícia informou que Isaac estava no pátio e ajudava a descarregar o caminhão de suprimentos. Após isso, porém, ele se escondeu na carga para deixar o local.

O principal questionamento de Edna, porém, é com a falta de aviso por parte da polícia. “Como que não me avisam da fuga, ele já estava perto da minha casa. Se não fosse pela filha dele, eu poderia não estar mais aqui, já que ele queria terminar o serviço”, lamentou.

Com a prisão, Isaac voltou a ficar à disposição da Justiça. A Banda B procurou a Secretaria de Segurança Pública, que informou que este foi um caso pontual, que será apurado pela Corregedoria do Departamento Penitenciário e, também, em inquérito policial.

Dois mortos

Na noite de 27 de novembro, Isaque matou os dois familiares de Edna, de 30 e 38 anos. O preso esperava em frente a casa em que a ex-esposa jantava com familiares. O sobrinho e o amigo perceberam e foram até Isaque, que tirou uma faca e esfaqueou os dois, que não resistiram aos ferimentos. Ainda, o irmão da ex-mulher do suspeito e outro sobrinho ficaram feridos, sendo encaminhados ao hospital sem risco de morte.