A mãe da jovem Liziane Beatriz Bastos, 26 anos, assassinada e esquartejada pelo namorado, Jandir Scarantti, 28, em 28 de agosto, em Santa Rosa (RS), afirmou que o suspeito impedia a menina de estudar e trabalhar.

(Foto: Reprodução)

 

O casal tinha problemas e a família sempre visitava a jovem, no interior do Rio Grande do Sul, na cidade de Porto Mauá.

Os restos de Liziane foram localizados um dia depois de Jandir ser encontrado morto pela polícia na casa onde ambos viviam, em Santa Rosa. O crime é investigado pela Polícia Civil como suspeita de feminicídio seguido de suicídio.

Para ler a matéria completa no Metrópoles, parceiro da Banda B, clique aqui.