A explosão de um botijão de gás em uma residência terminou com um casal morto na noite desta segunda-feira, em Cruzeiro do Oeste, interior do Paraná. Inconformado com o fim do relacionamento, Clóvis Jorge dos Santos, de 43 anos, foi até a casa da ex-mulher, Marcilene Aparecida Pavão da Silva, de 38, e causou uma explosão, que deixou ambos mortos.

(Foto: Umurama News)

 

Segundo o cabo Carvalho, do Corpo de Bombeiros, quando a equipe chegou havia um botijão de gás aberto em um dos cômodos da residência. “Os corpos estavam lá, totalmente carbonizados”, afirmou o bombeiro ao Umurama News.

Marcilene, de acordo com vizinhos, já tinha sido agredida pelo ex e possuía uma medida protetiva contra ele. “Ele era muito possessivo e já tinha agredido ela. Era uma pessoa muito difícil e, inclusive, os dois tinham brigado feio na semana passada”, afirmou uma amiga de Marcilene ao Umuarama News, que não quis se identificar.

A suspeita da polícia é que Clóvis cortou a mangueira do gás e levou o botijão para o quarto, onde causou a explosão. “Um casal que tinha um histórico de brigas e hoje terminou assim. A perícia confirmou que houve o rompimento da mangueira do botijão de gás e, em seguida, vizinhos ouviram a explosão”, disse o tenente Bastos, da Policia Militar.

Com informações do Umuarama News.