Pelo menos três pessoas ficaram feridas durante o ato que ocupou a Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), no começo da tarde desta segunda-feira (3). São dois jovens de 23 e 24 anos, que sofreram ferimentos leves, e uma mulher de 51, que sofreu ferimentos moderados. O Corpo de Bombeiros não detalhou se os atendidos são manifestantes ou pessoas que tentavam impedir a entrada nas galerias.

image-2
Foto: Eliandro Santana – Banda B

Imagens que circulam nas redes sociais mostram uma mulher sendo carregada no colo, para dentro do prédio da Alep. Não se sabe ao certo, porém, por quais motivos ela teria desmaiado.

Dos três feridos, os mais jovens foram encaminhados ao Hospital Cajuru e a mais velha ao Hospital Evangélico.

A princípio, os feridos seriam manifestantes, feridos durante a reação para impedir a entrada na Alep.

Projeto

O projeto que cria o Programa Parceiro da Escola está previsto para acontecer em duas sessões ainda nesta segunda-feira (3).

De acordo com o Governo do Estado, o programa visa otimizar a gestão administrativa e de infraestrutura das escolas mediante parceria com empresas de gestão educacional. O texto, que tramita em regime de urgência, permite que empresas sejam responsáveis pelo gerenciamento administrativo das escolas, além de gerir terceirizados responsáveis por áreas como limpeza e segurança.

A APP-Sindicato entende que o projeto retira recursos da educação e prejudica a tomada de decisão nas escolas.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Três pessoas ficam feridas durante protesto na Assembleia Legislativa; galerias seguem ocupadas

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.