Após a divulgação, nesta terça-feira (18), do Atlas da Violência, elaborado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) com base em dados de 2022, mostrar uma tendência de alta no número de homicídios no Paraná, a Secretaria de Segurança Pública (Sesp-PR) enviou à Banda B dados mais recentes que apontam uma tendência de redução no número de homicídios, roubos e furtos em 2023 e no primeiro quadrimestre de 2024.

sesp
Foto: AEN

Segundo a Sesp, o Paraná registrou redução nas ocorrências de homicídios dolosos (12,6%), roubos (25,8%) e furtos (13,7%) de janeiro a abril deste ano em comparação com o mesmo período do ano anterior. Já em relação a 2023, segundo o levantamento da Sesp, o Paraná registrou redução no número de roubos e homicídios e aumento nas apreensões de drogas. Em comparação com o ano de 2022, os roubos tiveram queda de 7,6% e os homicídios de 9,3%. As apreensões de drogas registraram um aumento de 100 toneladas, ou 31%.

Considerando apenas os primeiros quatro meses de 2024, a maior parte das cidades paranaenses não registraram homicídios. São 232 municípios nesta situação, o que representa 58,1% do Estado. Em 87 cidades, que representam 21,8% de todos os municípios, houve apenas um homicídio de janeiro a abril. Em outras 56 cidades (14%) foram registradas de duas a cinco ocorrências do crime e 24 (5,9%) municípios paranaenses tiveram mais de cinco ocorrências.

A queda, no entanto, se estende a municípios e regiões de todos os portes. A 1ª Área Integrada de Segurança Pública (AISP) de Curitiba, que é uma das mais populosas, por exemplo, registrou 57 homicídios dolosos de janeiro a abril deste ano, treze a menos do que no mesmo período do ano anterior (70 registros), uma queda de 18,5%. Já a 2ª AISP de São José dos Pinhais, composta pelos 22 municípios da RMC, registrou quinze homicídios a menos no período: 92 no primeiro quadrimestre de 2024 e 107 no quadrimestre em 2023, uma queda de 14%.

Para o secretário da Segurança Pública, Hudson Leôncio Teixeira, a queda é um reflexo das ações desenvolvidas no combate à criminalidade.

“Lançamos a Operação Vida e, com o eixo Cidade Segura, reforçamos o policiamento em diversas regiões do Estado. Também investimos em tecnologia e inovação, com uso de helicópteros e deslocamentos céleres. Esses esforços colaboraram para que conseguíssemos reduzir os índices e tornar o Paraná referência no combate ao crime”,

Hudson Leôncio Teixeira

O trabalho integrado das forças de segurança do Estado colaborou para que fossem registradas 18 ocorrências de roubos a menos por dia no Paraná e que 232 dos 399 municípios paranaenses (58%) não tivessem ocorrências de homicídios no primeiro quadrimestre.

Ainda segundo os dados da Sesp deste primeiro quadrimestre, foram 590 ocorrências de homicídios dolosos no período, 85 a menos que as 675 registradas no mesmo quadrimestre de 2023. Este número também é o menor dos últimos seis anos nesse intervalo de tempo. Foram 597, 773, 689, 735 e 675 homicídios dolosos nos primeiros quadrimestres de 2019, 2020, 2021, 2022 e 2023, respectivamente.

Roubos e furtos

O Relatório Estatístico Criminal também apontou queda de 25,8% no número de roubos no quadrimestre. De janeiro a abril de 2023 foram 8.845 ocorrências do crime e, no mesmo período de 2024, 6.572. Essa queda representa 18 ocorrências de roubos a menos por dia em todo o Estado. Já as ocorrências de furto tiveram redução de 13,7% em todo o Estado. No primeiro quadrimestre de 2023 foram 56.698 e no mesmo período de 2024 foram 48.902 ocorrências.

Drogas

O relatório também aponta aumento de 15,2% na quantidade de drogas recolhidas. De janeiro a abril de 2024 foram apreendidas 90,3 toneladas, contra 78,4 toneladas no mesmo período de 2023.

Nos municípios integrantes da Operação Cidade Segura, o aumento nas apreensões foi ainda mais, de 75,7%. Nestas cidades foram apreendidas 10,1 toneladas de maconha, cocaína, ecstasy, entre outras, de janeiro a abril de 2023 e 17,7 toneladas no mesmo período de 2024.

Os dados estatísticos podem ser acessados AQUI.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Com dados recentes, Secretaria de Segurança aponta que tendência de aumento de homicídios e crimes se reverteu no Paraná

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.