As visitas guiadas na Assembleia Legislativa do Paraná oferecem aos estudantes maior conhecimento sobre a história da política paranaense. A prática é permanente e qualquer escola, universidade ou organização pode agendar (veja como abaixo). Neste primeiro semestre de 2023,  56 grupos foram recepcionados com mais de 1700 alunos.

Estudantes em visita à Assembleia Legislativa do Paraná – Foto: Alep

O roteiro de visitação inclui o Plenário Deputado Waldemar Daros, onde são debatidos os projetos de leis pelos deputados; o Plenarinho Deputado Luiz Gabriel Sampaio, onde se realizam as audiências públicas que refletem os anseios da população; o Auditório Legislativo Deputado Rubens Recalcati, sala de reuniões das comissões temáticas da Casa como a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), o Salão Nobre Senador Acioly Filho e o Espaço Cultural, corredor anexo ao Plenário entre tantos outros espaços com histórias para contar.

A arquitetura dos três prédios tombados pelo patrimônio histórico também é atração das visitas. É neles que estão obras de artistas paranaenses como Poty Lazzarotto e Theodoro de Bona, acervo da Assembleia Legislativa que registra os principais acontecimentos políticos do estado. Os servidores do Cerimonial explicam aos visitantes o passo-a-passo de todo o funcionamento da Casa de Leis.

No dia 10 de agosto, a visita foi do Colégio Magnus, de Jacarezinho, no Norte Pioneiro, em um grupo de 42 alunos. O estudante Felipe Yasohiro, de 16 anos, falou sobre a experiência.

 “A visita é bem didática, uma coisa bem legal para conhecer sobre a história do Paraná e é um tema muito legal, sem falar que a história do Paraná tem caído cada vez mais nos vestibulares (…) Não sabia que expectativa criar, porque nunca visitei um lugar parecido com esse, mas eu achei um espaço muito legal. A gente pode até sentar nas cadeiras para tirar foto, eu achei super legal. Em relação a estética, achei o espaço muito bonito” , disse Felipe à Banda B.

A estudante Maria Fernanda Vieira, de 16 anos , também estava bastante animada.  “É muito interessante por que a gente vê nas aulas de história, na sala de aula a gente vê foto, mas ter essa aula em campo, é uma experiência  muito legal. Aprendemos sobre  o Executivo, Judiciário e o Legislativo. Nunca tinha visto como era um lugar desse por dentro. É muito importante a gente ter consciência”, afirmou.

Para a coordenadora da escola, Rebeca Lourenço, a experiência é muito importante.  “Conhecer um pouco do Poder  Legislativo, que aqui os alunos têm acesso, vem numa dimensão muito maior do que é na prática, do que é vivenciar isso aqui, o quanto isso afeta a gente lá longe, isso é muito importante porque é algo que realmente eles não têm acesso onde  moramos. É possível ver o quanto tudo é democrático”, afirmou a coordenadora.

Estudantes em visita à Assembleia Legislativa do Paraná – Foto: Alep

O projeto

O projeto 2023 das visitas guiadas teve início em março, com 9 visitas e 295 alunos de Curitiba, Contenda e São José dos Pinhais. Abril recebeu 10 grupos visitantes com 335 alunos de Fazenda Rio Grande, Assis Chateaubriand, Guarapuava, São José dos Pinhais, Curitiba. Em maio foram 15 visitas com 459 alunos dos municípios de Curitiba, Matinhos, Contenda, Paranaguá. Junho teve o maior número de visitantes com 17 visitas e 564 alunos de Curitiba, Ponta Grossa, Porecatu, Reserva, Colombo, Quitandinha, Araucária, Quatro Barras e Telêmaco Borba.

Já o mês de julho apresentou um número reduzido de visitas por tratar-se do mês das férias escolares, mas a Assembleia ainda recebeu 5 grupos de visitantes com 115 alunos vindos de Curitiba, Palmeira, Maringá e também de Santa Catarina.

O projeto das visitas guiadas faz parte de inúmeras iniciativas da Mesa Executiva, como o Parlamento Universitário, iniciativa da Escola do Legislativo da Assembleia que acontece no mês de julho, durante o recesso das sessões plenárias no legislativo paranaense.

Como fazer o agendamento

Quem tiver interesse em conhecer a Assembleia Legislativa pode organizar um grupo e realizar uma visita agendada. Para isso, basta entrar em contato com o Cerimonial da Casa. No momento do agendamento é necessário apresentar um documento (ofício) constando o nome da instituição (se for uma escola, universidade ou organização), contato (nome, telefone e e-mail), grau de escolaridade dos alunos, idade dos visitantes e número de pessoas no grupo. Cada grupo deve ser formado por no máximo por 40 pessoas.

As visitas podem ocorrer de segunda à sexta-feira, das 9 às 17 horas. Porém, recomenda-se a visitação entre segundas e quartas-feiras porque são dias em que ocorrem as sessões plenárias. Regimentalmente, as reuniões no Plenário iniciam às 14h30.

Para mais informações é só clicar no link: http://www.assembleia.pr.leg.br/assembleia/visite-a-assembleia

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Visitas guiadas aproximam a Assembleia Legislativa da população; saiba como agendar

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.