Os professores que morreram no gravíssimo acidente na BR-376, no fim da noite de quinta-feira (11), na região da Colônia Witmarsum, estavam a caminho de uma conferência da APP Sindicato, em Curitiba. Uma das professoras já foi identificada. Sindicato, em nota, lamentou as mortes e disse que vai reavaliar programação da conferência.

Foto: Colaboração/Portal Banda B.

Na van, que colidiu na traseira de um caminhão carregado com leite, no km 545 da Rodovia do Café, além do motorista, estavam professores das cidades de Cambará, Jacarezinho, Santo Antônio da Platina e Barra do Jacaré. 

Uma das vítimas é Maria Aparecida Lucia da Cunha, de 57 anos, que morreu a caminho do Hospital Nossa Senhora do Rocio, em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Ela era professora da rede estadual de ensino em Barra do Jacaré.

As outras seis pessoas mortas não foram identificadas. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico-Legal (IML) de Ponta Grossa. Além deles, outras três pessoas, um homem e duas mulheres, foram encaminhadas a hospitais.

As informações são do portal aRede, de Ponta Grossa, parceiro da Banda B.

Compromisso em Curitiba

O evento que o grupo de professores viria é a 8ª Conferência Estadual de Educação da APP Sindicato, que será nesta sexta-feira (12) e sábado (13). A conferência é o ponto culminante do ciclo de debates, iniciado em março deste ano, com o acolhimento de propostas da categoria para a educação pública, passando por questões pedagógicas, educacionais e de carreira.

O evento reúne cerca de 500 delegados de todas as regiões do Paraná. A programação principal ocorre no auditório da APP, que está sendo preparado para apresentações culturais, mesas de abertura e conjuntura, debate e plenária final. Ao término do evento, o espaço receberá a primeira Assembleia Estadual presencial da categoria desde o início da pandemia.

Em nota, a APP Sindicato confirmou as informações e lamentou o trágico acidente. Segundo o sindicato, a direção acompanha a situação desde a primeira hora da manhã e prestará todo o auxílio necessário às famílias das vítimas, ainda em fase de identificação. “Confirmamos que a van trazia a delegação de Cambará. A programação da 8ª Conferência será reavaliada”.

Foto: Colaboração/Portal Banda B.

Seed em luto

A Secretaria da Educação e do Esporte do Paraná (Seed) disse, em nota, que está em luto e declarou luto oficial na educação pelos próximos três dias. “A morte de um grupo de professores e professoras da rede estadual choca e entristece todo o Estado do Paraná”.

A Seed disse que se solidariza com as vítimas, seus familiares, seus alunos, suas escolas seus colegas de trabalho e com a APP. “Além disso, a secretaria informa que está trabalhando com os outros órgãos do governo estadual para apoiar tanto o resgate das vítimas quanto o apoio médico doa sobreviventes”.

Foto: Colaboração/Portal Banda B.

O acidente

O grave acidente matou pelo menos sete pessoas na noite desta quinta-feira, no quilômetro 545 da BR-376, entre Ponta Grossa e Curitiba, em Palmeira. Conforme a PRF, a van bateu na traseira do caminhão.

Das três vítimas que sobreviveram, pelo menos uma delas estaria em estado grave. Ainda não há informações sobre o estado de saúde destas pessoas.

O caminhão saiu de Ponta Grossa e seguia até Irati, carregado com leite. O cabo Noel, do Corpo de Bombeiros, disse que o motorista do caminhão seguia pela faixa da direita quando ouviu um barulho.

Foto: Colaboração/Portal Banda B.

O motorista do caminhão não se feriu. Ele foi encaminhado à Polícia Civil, para prestar esclarecimentos e detalhar sobre como o acidente aconteceu. Após ser ouvido, ele foi liberado.

Os veículos foram removidos a um local próximo ao posto da PRF de Palmeira.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Professores mortos em acidente na BR-376 viriam a Curitiba para conferência da APP Sindicato

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.