A jovem Isabelly Ferreira Moro, de 23 anos, que foi alvo de um ataque de soda cáustica em Jacarezinho, no Norte Pioneiro, deixou o hospital neste sábado (8). A informação foi confirmada pelo Hospital Universitário (HU) de Londrina ao UOL.

image-24
Isabelly segue a recuperação em casa (Reprodução)

Isabelly foi atingida por uma solução de soda cáustica com água na tarde de 22 de maio, no Centro de Jacarezinho. O caso foi flagrado por uma câmera de segurança.

Durante 17 dias, a jovem permaneceu internada no Centro de Tratamento de Queimados do HU. Os ferimentos eram considerados graves.

Quando questionada se teria alguma participação no crime, a mulher imediatamente assumiu a autoria, segundo a Polícia Militar. Ela disse que a motivação seria ciúmes, alegando que a vítima teve uma relação com seu ex-companheiro.

Na última quinta-feira (6), o Ministério Público do Paraná (MPPR) ofereceu denúncia contra a acusada por tentativa de homicídio. Segundo o órgão, Isabelly é ex-namorada do atual da agressora.

A denúncia, apresentada por meio da 1a Promotoria de Justiça, aponta as qualificadoras de uso de recurso que dificultou a defesa da vítima, motivo fútil (ciúmes), emprego de meio cruel e feminicídio (crime praticado conta mulher por razões da condição do sexo feminino).

A acusada está atualmente presa preventivamente na Cadeia Pública de Santo Antônio da Platina.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Jovem atacada com soda cáustica por ciúmes deixa hospital após 17 dias internada

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.