As fortes chuvas que devastaram cidades do Rio Grande do Sul chegaram a Santa Catarina e ao Paraná, causando mortes.

No Paraná, duas pessoas morreram na tarde desta sexta-feira (3). De acordo com a Defesa Civil estadual, três pessoas estavam em um carro que foi levado pela correnteza na cidade de Bela Vista da Caroba. Uma pessoa sobreviveu. Um homem e uma mulher foram encontrados sem vida.

Em Santa Catarina, a vítima é um homem de 61 anos que estava em um carro arrastado pelas águas do rio Capelinha, em Ipira. O Corpo de Bombeiros Militar informou ter encontrado o homem já sem vida dentro do veículo por volta das 7h30 desta sexta.

casal-morre-enxurada-oeste-parana
Defesa Civil estadual confirma duas mortes no oeste do Paraná por conta do temporal. Foto: Rádio Pérola FM 88.9/Divulgação Facebook

A Defesa Civil também confirma uma pessoa ferida, em Caçador. Pelo menos 193 pessoas estão desalojadas, 46 desabrigadas.

Os municípios catarinenses de Araranguá, Praia Grande e São João do Sul decretaram situação de emergência e, até o momento, 33 cidades registraram ocorrências no estado.

De acordo com a nota meteorológica emitida pela Defesa Civil de Santa Catarina, um tornado foi registrado entre os municípios de Ponte Serrada e Passos Maia, no oeste do estado, na tarde desta quinta-feira (2). Não há registro de feridos.

O tornado foi registrado em uma área de terra perto da SC-350.

Ainda de acordo com a nota meteorológica, as tempestades foram provocadas pela atuação de uma frente fria na região sul do Brasil, combinada com o fluxo de calor e umidade que vem do norte do país.

Em Capinzal (SC), o motorista de um ônibus escolar da prefeitura retirou dez estudantes pela saída de emergência do teto do veículo antes de ele ser engolido pela água, no início da tarde de quinta-feira (2). Ninguém se feriu.

Uma imagem feita pelo motorista mostra o veículo na rua já parcialmente submerso, na comunidade Linha Oficina, interior do município, horas depois de retirar os estudantes, que têm idades entre 12 e 15 anos.

Os alunos retornavam das aulas quando o motorista, Leumar Ribas, percebeu que o nível da água já estava elevado, o que haveria risco para a passagem do ônibus.

O motorista relatou à prefeitura que ficou um tempo com o veículo parado, esperando a água baixar. Mas, como o nível da água só subia, ele optou pela segunda saída emergência, localizada no teto do veículo.

“Após este momento, todos se dirigiram em segurança até uma residência próxima ao local”, disse a prefeitura, em nota.

As fortes chuvas já atingem o Rio Grande do Sul desde segunda-feira (29). No estado, 39 pessoas morreram em decorrência das tempestades.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Defesa Civil estadual confirma duas mortes no oeste do Paraná por conta do temporal

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.