A família do pequeno João Guilherme Weiber Figueroa, de apenas três anos, morador de Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais, no Paraná, se despede dele neste sábado (19). A criança estava internada, em situação crítica desde quarta-feira (16), não resistiu, e veio a falecer na noite desta sexta-feira (18).

O corpo de João Guilherme está sendo velado na Capela Santana, e o sepultamento ocorre às 17 horas deste sábado (19), no cemitério Jardim Paraíso.

João Guilherme Weiber Figueroa tinha 3 anos.
Foto: Arquivo pessoal.

João Guilherme estava internado desde quarta-feira no Hospital Universitário Materno Infantil da UEPG (HUMAI) porque acabou arrancando a tráqueo que utilizava. Devido a isso, seu corpo ficou muito tempo sem oxigênio, ocasionando uma lesão séria no cérebro. Diante de uma situação irreversível, os aparelhos foram desligados.

Os pais de João Guilherme, Rodrigo e Daiene, fizeram uma emocionante homenagem ao filho, contando um pouco da história dele, junto com o irmão, André Luiz, também em agradecimento a todos os profissionais que cuidaram do pequeno, como médicos, professores, além de familiares.

Em um vídeo, eles escrevem que o sorriso era a ‘marca registrada’ de João Guilherme. Em uma das fotos que aparece o pequeno, há a mensagem:

“Esse sou eu. Tive a sorte de encontrar o amor para poder transmitir o meu amor”.

Leia a matéria completa no portal A Rede, parceiro da Banda B.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Criança de 3 anos arranca traqueostomia, fica sem oxigênio e morre no Paraná

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.