A Assembleia Legislativa do Estado do Paraná concedeu nesta terça-feira (27) o Título de Cidadania Honorária do Estado do Paraná à ex-governadora e ex-deputada estadual e federal, Cida Borghetti. A sessão solene reuniu parlamentares estaduais, amigos, familiares, empresários, além de lideranças políticas do Paraná e de outras unidades da Federação. Cida Borghetti foi a primeira mulher a governar o Estado do Paraná. A cerimônia, realizada por iniciativa do deputado Soldado Adriano José (PP), ocorreu em um Plenário lotado.

n1e8yawxaeaBjkecs1ko6qSO9VzFZWqp6suMmJ7U
Solenidade realizada na noite desta terça-feira (27) lotou o Plenário da Assembleia Legislativa do Paraná. Créditos:Orlando Kissner/Alep

Durante a homenagem, Cida Borghetti agradeceu aos familiares e amigos que participaram de sua história. Ela lembrou sua trajetória pessoal, profissional e política no Estado que a acolheu. “Como cidadã honorária, meu coração permanece ligado ao Paraná – agora com a responsabilidade acrescida da honraria que hoje me foi entregue. (…) É uma honra muito grande (…). Serei eternamente grata por fazer parte desta história vibrante. Que deus abençoe o Paraná, sua gente corajosa, e que juntos continuemos a construir um futuro repleto de realizações e prosperidade”, disse.

Ela também recordou o período em que governou o Estado. “Gostaria de apresentar uma rápida prestação de contas do tempo em que tive a honra de servir ao Paraná como governadora – com o orgulho de ter sido a primeira mulher a governar o Estado. Durante nosso governo priorizamos o diálogo, a gestão eficiente e o combate incansável à corrupção. Nosso compromisso com a eficiência, fortalecimento dos municípios, desenvolvimento sustentável e políticas públicas inclusivas guiaram cada ação. Posso dizer com confiança que deixamos um legado de responsabilidade e progresso”, frisou.

O ex-deputado estadual e radialista Luiz Carlos Martins estava presente na cerimônia e frisou que é um grande admirador da ex-governadora.

“Todos sabem que a Cida é minha amiga, eu admiro muito ela. Ela é uma mulher que está no lugar que ela tem que estar. Mulher tem que estar onde ela quiser e ela está onde ela quer, com capacidade, inteligência e honestidade”, afirmou.

WhatsApp Image 2024-02-27 at 18.19.24
Foto: Antônio Nascimento/Banda B

Durante a solenidade, a Bancada Feminina da Assembleia Legislativa, representada pela segunda-secretária do Legislativo, deputada Maria Victoria (PP), também entregou à Cida Borghetti o prêmio Rosy de Macedo Pinheiro Lima. Criada na Assembleia, a premiação homenageia mulheres que se destacam em suas atividades e representam a força e determinação feminina. O prêmio lembra a história da primeira deputada paranaense, Rosy de Macedo Pinheiro Lima (1914-2002).

Para o proponente da solenidade, deputado Adriano José, esta é uma honraria merecida, motivada pela brilhante trajetória de realizações em favor do Estado. Para o parlamentar, Cida Borghetti desempenhou o cargo de governadora de forma exemplar, com diálogo, ética e transparência. Para ele, o título reflete o apreço e admiração conquistados junto à Assembleia e à população. “Ao longo de sua carreira, Cida Borghetti demonstrou comprometimento exemplar com as questões sociais, políticas e econômicas do Estado, contribuindo muito com o desenvolvimento do Paraná. Sua atuação como governadora é um marco histórico que merece ser reconhecido. Ao conceder este título, estamos reconhecendo e valorizando não apenas a sua trajetória pessoal e profissional, mas também o seu compromisso com a construção de um futuro melhor para todos os cidadãos do nosso Estado”, afirmou.

Poderes

O presidente do Poder Legislativo, deputado Ademar Traiano (PSD), comentou que a Assembleia homenageia uma mulher que é exemplo para todo o Paraná. “Cida foi governadora. É uma liderança inquestionável e, portanto, unanimidade aqui na Casa. Esta é uma noite para ficar registrada na memória de todos os paranaenses, com uma homenagem justa e merecedora”.

O governador do Estado, Carlos Massa Ratinho Junior, recordou a cooperação de Cida Borghetti com a política do Paraná. “Ela tem uma história de contribuição para o Estado como deputada e governadora, sempre muito atuante na vida pública. Tive a alegria de ter sido colega dela como deputado. Para mim, é uma alegria homenageá-la. Hoje, o Paraná reconhece esta história”, parabenizou o governador.

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, definiu Cida Borghetti como a “grande madrinha das causas sociais do Paraná”. Greca recordou o período em que, prefeito, conviveu com a homenageada como governadora. “Ela fez muito bem a Curitiba. Quando governadora, Cida deu suporte e estrutura a Curitiba e as cidades da região metropolitana, destinando muitos recursos para obras de infraestrutura viária e integração do transporte coletivo”, lembrou.

Família

Filha de Cida Borghetti, a segunda-secretária da Assembleia Legislativa, deputada Maria Victoria (PP) também celebrou o trabalho da homenageada pelo Paraná. “Essa homenagem vai além do reconhecimento a sua brilhante trajetória na vida pública. É a consagração de uma mulher que dedica sua vida a construir um Paraná mais justo, próspero e humano. Por onde passou, deixou realizações que impactaram a vida de milhões de paranaenses. Levou a marca da gestão eficiente para o Provopar de Maringá, aqui na Assembleia Legislativa, na Câmara Federal, no Palácio Iguaçu e na Itaipu Binacional”, registrou.

Marido da nova cidadã honorária paranaense, o secretário de Estado da Indústria, Comércio e Serviços, deputado federal Ricardo Barros (PP), afirmou que a homenagem representa os frutos de uma dedicação à vida pública. “A política é muito exigente, nos exige praticamente todos os dias, mas o prazer de servir aos carentes, aqueles que precisam do poder público, é muito gratificante. A governadora Cida Borghetti fez uma carreira brilhante. Então hoje é um dia em que colhemos frutos desse esforço e sacrifício”, disse.

Presenças

O vice-governador do Paraná, Darci Piana, e o prefeito de Maringá, Ulisses Maia, também prestaram homenagens à Cida Borghetti, destacando a importância da ex-governadora para o Estado e para o município.

Participaram ainda da solenidade o primeiro-secretário da Assembleia, deputado Alexandre Curi (PSD), além de dezenas de deputados estaduais, o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), Fábio Camargo, os ex-governadores do Estado, Orlando Pessuti e Mário Pereira, o deputado estadual de Santa Catarina, Vicente Caropreso, e o prefeito de Caçador (SC), Alencar Mendes.

Biografia

Maria Aparecida Borghetti é natural de Caçador (SC). Empresária e jornalista, Cida Borghetti é formada em Administração Pública pela Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL), especializada em Políticas Públicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Ela iniciou a vida política como militante do PDS Jovem. Foi presidente voluntária do Programa do Voluntariado Paranaense (PROVOPAR) de Maringá. Também atuou como Chefe do Escritório de Representação do Paraná em Brasília, entre os anos de 1998 e 2000, durante o governo de Jaime Lerner.

Em 2000, Cida Borghetti concorreu à prefeitura de Maringá. Dois anos depois, elegeu-se deputada estadual, reelegendo-se em 2007 para o segundo mandato. Foi recordista de leis aprovadas e sancionada na Assembleia Legislativa, quando teve uma forte atuação em campanhas de combate ao câncer de mama e na saúde preventiva. Em 2011, foi a mulher mais votada na disputa pela Câmara Federal. Presidiu a Comissão que aprovou o Marco Legal da Primeira Infância, a legislação mais avançada no mundo na proteção às crianças de zero a seis anos.

Em 2014, Cida Borghetti foi candidata a vice-governadora na chapa de reeleição do então governador Beto Richa. Em abril de 2018, se tornou a primeira mulher a governar o Estado do Paraná. A frente do Governo do Estado, Cida Borghetti adotou o diálogo franco com todos os setores da sociedade. Liberou R$ 8,7 bilhões para investimentos nas mais diversas áreas atendendo todos os 399 municípios do Paraná. Em 2019, foi indicada para ser a embaixadora da Organização Mundial da Família na América do Sul e, em maio de 2021, Cida Borghetti foi nomeada Conselheira da Itaipu Binacional.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Ex-governadora Cida Borghetti recebe título de Cidadã Honorária do Paraná: “Uma honra muito grande”

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.