A sessão de segunda-feira (8), no plenário da Assembleia Legislativa do Paraná, foi marcada pelo lançamento oficial da campanha “Eleições 2024 no Caminho da Paz”, que busca conscientizar sobre a importância de se promover um pleito tranquilo e seguro para todas as pessoas, sem desinformação e violência, que respeite as cotas de gênero e a legislação eleitoral. O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) fez o lançamento oficial e solicitou o apoio da sociedade e de políticos na adesão à campanha.

53846480858_d276a71aa3_c
Sessão plenária na Assembleia Legislativa do Paraná – Foto: Divulgação

O incentivo à participação das pessoas com deficiência (PcDs) como mesárias nas eleições foi outro tema abordado. O objetivo do TRE-PR é fazer uma campanha contra o capacitismo e dar visibilidade a pessoas cadeirantes, surdas, cegas, com deficiência intelectual, autismo e síndrome de Down para que elas possam trabalhar nas eleições. A expectativa do TRE-PR é ter pelo menos duas PcDs em cada local de votação no Paraná, alcançando cerca de 10 mil inscrições.

Na ocasião, também foi apresentado um teaser do projeto “Resoluções Acessíveis”, que vai disponibilizar para a população cega e surda as normativas eleitorais em áudio, legenda e língua brasileira de sinais (Libras). Os conteúdos, publicados no canal do TRE-PR no Youtube, buscam subsidiar e instrumentalizar pessoas com deficiência para que elas tenham acesso às informações necessárias para se candidatar nas eleições.

Eleições no Paraná

No dia 6 de outubro, primeiro turno das Eleições Municipais 2024, cerca de 8,6 milhões de eleitoras e eleitores paranaenses poderão comparecer às urnas para a escolha dos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador. Em relação ao pleito de 2022, houve um aumento de aproximadamente 175 mil pessoas (2,03%) aptas a votar, informou o TRE-PR.

Curitiba é a cidade no estado com o maior eleitorado (1.424.292 pessoas), seguida de Londrina (399.855), Maringá (300.423) e Ponta Grossa (259.566). Os municípios com menos eleitoras e eleitores são Jardim Olinda (1.366), Nova Aliança do Ivaí (1.585), Santa Inês (1.703) e Miraselva (1.851).

A capital concentra a maior parte do eleitorado, representando 16,5% do total no Paraná. Em comparação, Curitiba tem cerca de mil vezes mais eleitoras e eleitores do que Jardim Olinda. Mesmo em relação à Londrina, segundo município com mais pessoas aptas a votar, a diferença ultrapassa 1 milhão de indivíduos.

Segundo turno

Nas Eleições 2024, São José dos Pinhais (que conta com 222,7 mil eleitores) e Foz do Iguaçu (que tem 204,4 mil eleitores) poderão ter segundo turno pela primeira vez. De acordo com o artigo 3° da Lei n° 9.504/1997, cidades com mais de 200 mil pessoas aptas a votar podem receber um turno extra em pleitos municipais.

Dessa forma, caso nenhum dos candidatos a prefeito e vice-prefeito garanta 50% dos votos mais um, sem contar os nulos e os brancos, o segundo turno será realizado no dia 27 de outubro. Além de São José dos Pinhais e Foz do Iguaçu, podem receber turno extra Curitiba, Londrina, Maringá, Ponta Grossa e Cascavel.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Campanha “Eleições 2024 no Caminho da Paz” é lançada na Assembleia Legislativa

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.