Vídeos do ataque a tiros que matou uma aluna e feriu outras duas estudantes nessa segunda-feira (23), na Escola Estadual Sapopemba, zona leste de São Paulo, colocam em xeque a versão apresentada à polícia pelo adolescente de 16 anos que cometeu o atentado. Ele foi apreendido e levado para a Fundação Casa.

Vídeos colocam em xeque versão de autor de ataque a escola em São Paulo
Alunos do ataque seriam dois meninos que faziam bullying contra ele. Foto: Marcelo S. Camargo/Governo de SP

Segundo o advogado Antonio Edio, o estudante disse que os alvos do ataque seriam “dois meninos que faziam bullying contra ele”, pelo fato de ele ser homossexual. Ainda na versão do autor dos disparos, a aluna Giovanna Bezerra da Silva, de 17 anos, foi morta “acidentalmente”.

“Ele me confessou que a menina foi acertada acidentalmente, que o tiro não era para a menina que faleceu. Ele não tinha nada contra essa menina. Ao contrário, ela nunca fez nada contra ele”, disse o advogado.

Para assistir aos vídeos e ler a matéria completa do Portal Metrópoles, parceiro da Banda B, clique aqui

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Vídeos colocam em xeque versão de autor de ataque a escola em São Paulo

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.