O pastor cearense, Davi Goés, divulgou informações falsas sobre a Coronavac, vacina contra a Covid-19 desenvolvida na China, o pastor afirmou que a vacina pode causar câncer.

Foi solicitado pelo Ministério Público do Ceará (MPCE) que o pastor seja responsabilizado civil e criminalmente por divulgar notícias falsas, o discurso fere o artigo 41 da Lei das Contravenções Penais sobre provocar alarde e anunciar perigo inexistente para causar pânico, também pode se configurar como crime.