Dias após ser detida por injúria racial, Luzia Sandra Medeiros foi flagrada novamente, em vídeo, se autodeclarando racista e dizendo que odeia a raça negra. Na quarta-feira (14/10), ela agrediu verbalmente um guia turístico dentro de uma agência bancária, em João Pessoa (PB). A mulher pagou fiança de R$ 350 e vai responder em liberdade.

Agora, no novo episódio, Luiza aparece gritando com uma mulher: “Sou racista de carteirinha, se eu pudesse escrevia ‘sou racista’, na testa”. A confusão aconteceu em uma loja.

 

Foto: Reprodução

 

No vídeo, Luzia chega a se comparar com Adolf Hitler, ditador alemão que perseguiu judeus e que acreditava na superioridade da raça ariana. “Seja homem, seja mulher, seja menino, a raça negra não presta”, diz a mulher.

A Polícia Civil informa que a mulher pode responder pelo crime de racismo, que é inafiançável.

Para ver o vídeo e ler a matéria completa no Portal Metrópoles, parceiro da Banda B, clique aqui.