O vereador de Canguçu, Francisco Romeu da Silva Vilela (PP), conhecido como Xico Vilela, foi flagrado com falas racistas durante a sessão plenária da última segunda-feira (5), na Câmara Municipal da cidade do Rio Grande do Sul. Durante um intervalo, o microfone do parlamentar ficou aberto e ele foi ouvido chamando uma servidora de “neguinha puta” (assista abaixo).

vereador rio grande do sul Francisco Romeu da Silva Vilela
Foto: Equipe Banda B

Segundo o portal Canguçu Online, o caso aconteceu após a votação de um projeto que discutia a extinção do cargo de auxiliar de enfermagem e reenquadramento dos atuais profissionais na cidade. A servidora que foi ofendida acompanhava a discussão da proposta.

No momento em que a sessão estava suspensa, Vilela cochichou as ofensas com o vereador Ubiratan Rodrigues (PP).

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul investiga a suspeita de injúria racial que, neste ano, foi equiparada ao crime de racismo na lei brasileira.

Nas redes sociais, o Progressistas (PP) emitiu uma nota em que afirma que o caso é “um ato isolado que em nada reflete a ideia e a conduta da Executiva” do partido. A Câmara de Vereadores de Canguçu afirmou que seguirá os trâmites regimentais do caso.

O espaço segue aberto caso o vereador queira se manifestar.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Vereador é investigado por ofensas contra servidora durante sessão: “Essa neguinha é pu…”

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.