Suzane Von Richtophen. Foto: Reprodução TV Vanguarda

 

Condenada a 39 anos de prisão por matar os pais, Suzane von Richthofen deixou a a penitenciária feminina de Tremembé (SP), nesta quinta-feira (9/8). A saída é um benefício temporário para o feriado do Dia dos Pais.

Detentos do regime semiaberto com bom comportamento têm direito ao “saidão”, concedido até cinco vezes ao ano, desde que tenham endereço fixo de permanência fora do presídio. Ela deve retornar ao presídio na próxima segunda-feira (13).

Atualmente, ela tenta a progressão para o regime aberto. O pedido corre na justiça há cerca de um ano e ainda não há prazo para que a decisão seja tomada.

Em 2006, Suzane, seu namorado à época, Daniel Cravinhos, e o irmão dele, Cristian Cravinhos, foram condenados pela morte dos pais dela, o engenheiro Manfred e a psiquiatra Marísia von Richthofen. O crime ocorreu em 2002, enquanto o casal dormia, em São Paulo.

 

Para notícia na íntegra aqui