Sete pessoas foram mortas a tiros em uma praça no município de Viçosa do Ceará, a cerca de 359 km de Fortaleza, na madrugada desta quinta-feira (20). A secretaria de Segurança Pública do Ceará tenta identificar os autores e a motivação do crime.

vicosa
Reprodução

Além dos sete mortos, duas pessoas ficaram feridas e foram levadas a um hospital no município vizinho de Tianguá. Não há informações sobre estado de saúde delas.

Imagens de câmeras de segurança de estabelecimentos da região que foram recolhidas pela polícia mostram o momento em que homens e mulheres são colocados de frente para uma grade, enfileirados e com as mãos na cabeça antes de serem baleados.

Investigadores tentam identificar os autores do crime com base nos veículos usados pelo criminosos.

O governo do Ceará enviou ao município a cúpula da segurança pública. A investigação está a cargo da delegacia da cidade. Estão em Viçosa do Ceará o secretário de Segurança Pública e Defesa Social Roberto Sá, o delegado-geral da Polícia Civil Márcio Gutierrez, o comandante-geral da Polícia Militar coronel Klênio Savyo, e o secretário executivo de Segurança Pública Sérgio Pereira.

A perícia forense do Ceará coletou vestígios, como cápsulas de bala.

O governador do Ceará, Elmano de Freitas (PT), disse que o caso é “inaceitável”.

“Tenham certeza que os bandidos envolvidos serão identificados e presos, um a um, para que paguem na Justiça por tamanha atrocidade. Minha solidariedade aos familiares e amigos”, escreveu o governador nas redes sociais.

A prefeitura de Viçosa do Ceará afirmou, em nota, que está consternada com o caso de violência porque a cidade é “pacata e tranquila”.

“A responsabilidade pela segurança é sobretudo do estado, e estamos trabalhando em conjunto com estreita colaborações com as autoridades.”

Em 2021, quatro pessoas da mesma família foram mortas dentro de casa em Viçosa do Ceará. As vítimas eram mãe, filha, um primo e o namorado da filha. Em dezembro do mesmo ano, a Polícia Civil do Ceará prendeu o suspeito de participação na morte da família —apontado como líder de um grupo criminoso que atua nas cidades vizinhas.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Sete pessoas são mortas a tiros em praça de cidade “pacata e tranquila”

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.