Um sargento da Polícia Militar do Ceará foi morto por um disparo acidental efetuado por um colega durante uma operação de prisão de um suspeito de estupro.

O sargento Roberto da Silva Almeida foi atingido na cabeça por um disparo acidental durante a operação para prender um suspeito por estupro. Os agentes tentavam impedir que a população linchasse o suspeito quando o policial foi atingido.

O sargento foi atingido na cabeça por um disparo acidental durante a operação - Foto: Divulgação/PMCE
O sargento foi atingido na cabeça por um disparo acidental durante a operação – Foto: Divulgação/PMCE

O disparo foi realizado por um outro oficial. Ele prestou depoimento na Delegacia Regional de Polícia Civil da Cidade de Tianguá, mesmo local para onde foi levado o suspeito pelo crime de estupro.

O militar ferido foi levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, mas não resistiu. Uma perícia será feita para detalhar melhor o caso.

“O sargento Almeida contribuiu de maneira significativa para a segurança da sociedade cearense, deixando um legado de bravura e comprometimento”, escreveu a Associação dos Profissionais da Segurança em nota de pesar. O sargento tinha 30 anos de serviço na Polícia Militar e estava prestes a entrar para a reserva.

O caso ocorreu por volta das 23h desta segunda-feira (27), na cidade de São Bendito, no interior do Ceará.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Sargento é morto acidentalmente durante prisão de suspeito de estupro

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.