Após mais de um mês fechada, a estação rodoviária de Porto Alegre voltou a funcionar nesta sexta-feira (7). Às 7h, o primeiro ônibus a sair do terminal na retomada das atividades seguiu viagem rumo a Capão da Canoa, no litoral norte.

O terminal foi atingido pela enchente do lago Guaíba. A água alagou o térreo da estação no dia 3 de maio, e as atividades foram oficialmente suspensas no dia 4.

rodoviária-porto-alegre
Rodoviária de Porto Alegre reabre após ficar um mês fechada após enchente – Foto: Reprodução/TV Globo

O retorno das atividades é parcial. Os embarques e desembarques ocorrem nos boxes 55 a 72. Como a energia elétrica ainda não foi restabelecida totalmente, a rodoviária é abastecida por geradores.

De acordo com o governo do Rio Grande do Sul, cerca de 90 horários diários serão disponibilizados em um primeiro momento. Ao menos 116 municípios gaúchos serão contemplados pelo retorno das viagens.

A retomada das atividades só ocorreu após a remoção do corredor emergencial aberto nas imediações da rodoviária.

A estrutura foi construída para permitir o tráfego de caminhões e veículos de ajuda humanitária após o bloqueio de vias durante o alagamento dos acessos da cidade. Para isso, a prefeitura ordenou a derrubada da passarela de pedestres da rodoviária.

53700837234_d09f940e25_5k
O aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre (RS) – Foto: Ricardo Stuckert / PR

Contudo, o acesso pela lateral segue fechado por motivos de segurança, e a entrada ocorre apenas pelo pórtico dos táxis no Largo Vespasiano Júlio Veppo.

A rodoviária funcionará das 6h às 21h a partir de sábado (8). Em razão da falta de energia, não há previsão para a reabertura das lojas.

As viagens interestaduais voltam a ocorrer no local na próxima quinta-feira (13). Segundo comunicado da administração, serão 12 horários por dia, com viagens para Santa Catarina, Paraná e Rio de Janeiro. Até lá, as saídas e chegadas para fora do estado estão concentradas na rodoviária de Osório.

Com o retorno das atividades de transporte intermunicipal no centro, a estação temporária montada no terminal de ônibus Antônio de Carvalho, na zona leste da capital, será desativada.

A Selt (Secretaria Estadual de Logística e Transportes) informou em nota que o prejuízo inicial na rodoviária é em torno de R$ 11,5 milhões, considerando os danos elétricos e estruturais apurados até o momento.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Rodoviária de Porto Alegre volta a funcionar após ficar fechada por um mês e viagens para o Paraná são retomadas

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.