Uma das professoras da CEI (Centro de Educação Infantil) Cantinho Bom Pastor, em Blumenau (SC), onde um homem de 25 anos matou quatro crianças e feriu outras três na manhã desta quarta-feira (5), disse que trancou a sala onde ficam os bebês, para tentar protegê-los. A professora se identificou apenas como Simone.

creche blumenau
Foto: Reprodução

O clima é de consternação e busca por informações. A creche fica na rua dos Caçadores, bairro da Velha. Há mobilização de bombeiros e policiais para atender familiares, e o local foi isolado.

De acordo a PM, o autor do ataque tem 25 anos e se entregou no 10º Batalhão da Polícia Militar.

O prefeito de Blumenau, Mário Hildebrandt (Podemos), e o delegado Ulisses Gabriel, chefe da Polícia Civil de Santa Catarina, afirmaram em entrevista à Rádio Gaúcha que um homem de 25 anos pulou o muro da creche e atacou as crianças que estavam no pátio com uma machadinha.

São três meninos e uma menina mortos, nascidos entre 2016 e 2018 (de 3 a 7 anos).

Após o ataque, o homem fugiu e se entregou a dois policiais militares no 10º Batalhão da Polícia Militar de Blumenau, a cerca de dois quilômetros do local. Conforme o delegado Ulisses, ele será interrogado nas próximas horas e ainda não se sabe as motivações para o crime.

O Corpo de Bombeiros afirmou que foi acionado por volta das 9h desta quarta para atendimento da ocorrência.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Professora de creche atacada em SC diz que trancou sala onde ficam bebês

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.