A Fundação Educacional de Patos de Minas (Fepam), entidade mantenedora do Centro Universitário de Patos de Minas (Unipam), afastou o professor Dalton César Milagres Rigueira, investigado por manter uma mulher em condições análogas à escravidão.

Em uma denúncia mostrada na edição desse domingo (20/12) do Fantástico, o Ministério Público do Trabalho (MPT) resgatou a empregada doméstica Madalena Gordiano da casa da família do professor. Ela não recebia salário mínimo, não tinha carteira assinada, férias ou descanso remunerado durante a semana.

 

Foto: Reprodução

 

A Unipam e Fepam comunicaram, por meio de nota, nesta segunda-feira (21/12), o afastamento de Darlan e informaram que as medidas cabíveis e legais já estão sendo tomadas.

Ambas afirmaram que só tomaram conhecimento dos fatos após a denúncia realizada pela mídia.

Clique aqui para acessar o Portal Metrópoles, parceiro da Banda B, e leia a matéria completa.