A Prefeitura de Alterosa (a 394 km de Belo Horizonte) decretou que este sábado (4) seja dia de jejum e oração no município contra o contágio do novo coronavírus.

Reprodução

O decreto desta quinta (2), assinado pelo prefeito Hermes de Souza Silva (PSB), cita exemplos da Bíblia presentes em que reis decretaram jejum ao povo para pedir graças.

“Vamos fazer e clamar a Deus que nos livre dessa peste, desse mal que vem assolando nosso município, assolando todo o povo da nossa região. Na Bíblia, está escrito que os reis pediam ao seu povo que orassem e jejuassem e era alcançado milagre”, afirma o prefeito em um vídeo postado nas redes sociais.

O documento diz considerar a tradição cristã da cidade e como a história bíblica se funde com a história secular da humanidade.

Até agora, Minas Gerais registrou seis mortes pela Covid-19 e tem 397 casos confirmados.

No mesmo dia do decreto da cidade do sul de Minas, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) também afirmou à rádio Jovem Pan que fará um chamado nacional de jejum religioso para que o país “fique livre desse mal”.

Um pouco antes, em frente ao Palácio da Alvorada, ele havia indicado que o jejum poderia ser convocado para o próximo domingo (5).