Em meio à pandemia do novo coronavírus, a Prefeitura de Ladário, região pantaneira de Mato Grosso do Sul, decidiu usar a fé da população para vencer a Covid-19.

Um decreto assinado pelo prefeito Iranil Soares (DEM) e publicado na última sexta-feira (15) determina que todos os cristãos da cidade façam orações diárias em suas casas e nos locais de adoração, evitando aglomerações, em prol do município, pelo Brasil e o mundo.

O decreto ainda prevê que “aqueles que puderem e quiserem” façam orações por 21 dias, a partir desta segunda-feira (18), e reservem um dia do período para fazerem jejum.

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O decreto estabelece que, no dia 7 de junho, fim do período de orações, a população faça um cerco espiritual na cidade, das 5h às 6h, em que todos os cristãos peçam a Deus ajuda pelos doentes, pelos que estão se prevenindo e para afastar o “mal que assola” a nação.

O prefeito ainda pede no documento que todos os cidadãos atendam “de bom coração” às leis das diferentes esferas públicas do município, sem detalhar do que se tratar essas normas.

Com população estimada de 23.331 pessoas, Ladário possui atualmente cinco casos confirmados da Covid-19, o que coloca o município em uma posição mediana no estado considerando a incidência da doença por 100.000 habitantes.

Uma das últimas medidas preventivas ao novo coronavírus do município é o uso obrigatório de máscaras pelos moradores. Entretanto, reuniões religiosas estão liberadas, desde que realizadas com até 30% da capacidade do local.

Em todo Mato Grosso do Sul, são 613 casos confirmados (217 recuperados) e 16 mortes pelo novo coronavírus.