“Contra o coronavírus, a gente não precisa ter medo. Precisa de prevenção e informação verdadeira”. Esse é o anúncio da prefeitura de Limeira, cidade no interior de São Paulo, em sua página no Facebook, para tentar tranquilizar os moradores.

Na contramão da mensagem de paz, o prefeito de Limeira (a 151 km de São Paulo), Mario Botion (PSD), disse em um vídeo que todos serão contaminados pela Covid-19 e em questão de tempo. A mensagem viralizou nesta quarta-feira (1º).

“Uns apresentarão sintomas, outros terão agravamento, outros terão que ser internados em uma UTI e outros perderão a vida. Então tenha calma, tranquilidade, que todos seremos contaminados. E você que está preocupado, também vai ser contaminado”, disse o prefeito em vídeo .

 

 

O trecho, retirado de uma live que durou uma hora, realizada na terça (31), foi compartilhado por usuários que, ironicamente, diziam que o prefeito deixava uma mensagem de esperança em meio à pandemia.

Com a repercussão, Botion fez nova live nesta quarta e disse a jornalistas que a mensagem havia sido manipulada. “Essa é uma edição criminosa e já estou tomando medidas jurídicas”, disse o prefeito de Limeira.

Uma declaração do prefeito foi suprimida da parte central do trecho que viralizou, como é possível ver na live original.

No evento ao vivo, Botion respondeu à pergunta de um morador que quer saber os bairros onde residem os infectados. A cidade com quase 270 mil habitantes registrou 3 casos de Covid-19 e 55 suspeitas de contaminação pelo novo coronavírus.

Logo após afirmar que “todos nós vamos ser contaminados, todos, é uma questão de tempo”, vem a parte suprimida do vídeo que circulou nas redes, na qual Botion pede respeito aos afetados.

“O esforço que nós estamos fazendo, o governo estadual está fazendo, é de alongar esse período de contaminação para que os casos graves possam ser atendidos da maneira adequada. Então não interessa saber onde foi, que bairro foi, quem foi. E as pessoas merecem respeito. Porque você que está preocupado com isso, em saber o bairro em que tem a contaminação, amanhã pode ser o contaminado, e as pessoas precisam lhe respeitar.”

Comentando nesta quarta a repercussão do vídeo editado, Botion disse que sua fala “foi no sentido de não estigmatizar as pessoas afetadas pelo coronavírus”. “Já tivemos casos de pessoas perseguidas e atacadas pelas redes sociais mesmo sem estarem contaminadas”, disse o prefeito nesta quarta.

“Nesse momento não interessa onde mora e nem que é, devemos fazer nossa lição, manter a higiene em dia e os idosos em casa. Minha fala é que, ao longo do tempo, a contaminação vai acontecer e até [vai se] achar a vacina, como ocorreu com a gripe suína, H1N1.”

Ele minimizou a recepção do vídeo. “Se virou meme, piada, ou para conscientizar as pessoas, não há problema nenhum”, disse o prefeito.

Botion anunciou que o Centro de Referência para receber pacientes infectados pela Covid-19 deverá ser inaugurado na semana que vem com 16 leitos de UTI e possibilidade de extendê-los para 30.

“O nosso foco é salvar vida, inclusive da pessoa criminosa que fez essa edição. Deus queira que você não precise, mas se precisar o nosso trabalho é incansável”, falou o prefeito.