O prefeito de Ribeirão Bonito, Francisco José Campaner (PSDB), 57, foi morto a tiros nesta quinta-feira (26) numa estrada rural da cidade, que fica a 265 km de São Paulo. Chiquinho Campaner, como o político era conhecido, estava em uma estrada próxima à entrada da cidade, ao lado de uma indústria têxtil que dá acesso a uma propriedade rural, quando o veículo em que estava foi interceptado por uma moto.

(Foto: Reprodução/Facebook)

Relatos feitos a policiais apontam que dois homens encapuzados que estavam no veículo foram os autores dos disparos. O prefeito, que era empresário e exercia seu primeiro mandato, era acompanhado por outras duas pessoas, que também foram baleadas e socorridas.

Ary Santa Rosa, chefe de gabinete da prefeitura, não corre risco de morte. Identificada como amigo do prefeito, Edmo Marquette que foi encaminhado à Santa Casa de São Carlos, cidade distante 46 quilômetros.

Não há suspeitas da motivação do crime. Policiais militares e civis estão no local. Ainda não há informações sobre o velório e o enterro do prefeito.

Campaner foi eleito em 2016 com 47,96% dos votos válidos (3.132, no total) e tinha maioria na Câmara, com 5 dos 9 vereadores da cidade participando de sua base.

Há três meses, teve arquivada na Justiça uma ação civil pública que respondeu por suspeita de improbidade administrativa e teve dois pedidos de cassação do mandato rejeitadas por comissões processantes na Câmara.

Antes de ser eleito prefeito, disputou a eleição em 2012, quando terminou na terceira colocação. Antes, já tinha sido vereador por quatro mandatos.