A paisagista Elaine Caparroz, de 55 anos, usou seu perfil no Instagram para mostrar seu rosto, 14 dias após ser agredida durante quatro horas. Ela postou fotos de como estava um pouco antes de seu encontro com estudante de Direito Vinícius Serra, de 27 anos — preso preventivamente tentativa de homicídio triplamente qualificado (meio cruel, mediante dissimulação e contra mulher por razões da condição de sexo feminino – feminicídio) —, de logo após o espancamento e de como está agora. A informação é do Jornal O Globo.

Em seu texto, Elaine detalha as lesões que sofreu: “As feridas são muito maiores do que as fotos mostram. Eu tive uma queda de hemácias e tive que receber sangue, tive insuficiência renal, perfuração da pleura, fratura na área orbicular, nariz, descolamento de retina, quebrou um dente na raiz, vários hematomas no rosto, braços, pescoço e 5 mordidas pelos braços e uma nos dedos”.

Elaine Caparroz mostrou como está seu rosto Foto: Instagram / Reprodução

Ela diz, ainda, que postou a foto de seu rosto em recuperação num momento de coragem: “Hoje estou com coragem de mostrar o que estou vivendo. A primeira foto foi 10 minutos antes de o agressor chegar, enviei para uma amiga para dividir a minha intimidade de como eu estava arrumada para recebê-lo. A segunda foto foi aproximadamente depois de 5 horas (do espancamento) e a terceira como estou hoje”
A paisagista conta que não consegue esquecer os momentos vividos e diz querer se recuperar logo para ajudar outras mulheres vítimas de agressão:

Elaine – Instagram

“Ainda tenho lembranças dos momentos horríveis que passei implorando por socorro nas mãos do meu algoz. Apesar de tudo decidi escolher ser forte!!! Quero me recuperar o mais breve possível e poder ajudar todas as mulheres para que evitem passar pelo que eu passei! Estou pesquisando sobre o assunto e contando com ajuda de amigos para saber qual é a melhor forma de colaborar. Por enquanto divido com vocês a minha experiencia para que sirva de alerta e seja útil de alguma forma para ajudar as mulheres que sofrem de violência doméstica e também psicológica! Nesse momento é o que posso fazer. Peço que tenham coragem para evitar que isso aconteça com você ou com uma amiga que conheçam! Vamos nos unir! Se ouvir um pedido de socorro por favor atendam imediatamente! Ajudem as vítimas! Denunciem! Nem uma a menos! Juntas somos mais fortes! Conto com vocês!”.

Leia mais aqui

 

 

 

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Hoje estou com coragem de mostrar o que estou vivendo. A primeira foto foi 10 minutos antes do agressor chegar, enviei para uma amiga para dividir a minha intimidade de como eu estava arrumada para recebe-lo. A segunda foto foi aproximadamente depois de 5 horas e a terceira como estou hoje. Mas digo que as feridas são muito maiores do que as fotos mostram. Eu tive uma queda de hemácias e tive que receber sangue, tive insuficiência renal, perfuração da pleura, fratura na área orbicular, nariz, descolamento de retina, quebrou um dente na raiz, vários hematomas no rosto, braços, pescoço e 5 mordidas pelos braços e uma nos dedos. Ainda tenho lembranças dos momentos horríveis que passei implorando por socorro nas mãos do meu algoz. Apesar de tudo decidi escolher ser forte!!! Quero me recuperar o mais breve possível e poder ajudar todas as mulheres para que evitem passar pelo que eu passei! Estou pesquisando sobre o assunto e contando com ajuda de amigos para saber qual é a melhor forma de colaborar. Por enquanto divido com vocês a minha experiencia para que sirva de alerta e seja útil de alguma forma para ajudar as mulheres que sofrem de violência doméstica e também psicológica! Nesse momento é o que posso fazer. Peço que tenham coragem para evitar que isso aconteça com você ou com uma amiga que conheçam! Vamos nos unir! Se ouvir um pedido de socorro por favor atendam imediatamente! Ajudem as vítimas! Denunciem! Nem uma a menos! Juntas somos mais fortes! Conto com vocês! 🙏🐛🦋💖 Obrigada!!!!!

Uma publicação compartilhada por Elaine Caparroz (@elaine_caparroz) em