A diretora de acesso a medicamentos da Organização Mundial da Saúde (OMS), Mariângela Simão, afirmou nesta sexta-feira, 8, que a apresentação dos dados sobre a eficácia da vacina Coronavac, desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, “é muito bem-vinda”. Em coletiva de imprensa, ao ser questionada sobre a pandemia de covid-19 no País, a especialista afirmou que a OMS está “observando com muito cuidado” a situação.

Reprodução

Na quinta-feira, 7, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou que a Coronavac tem eficácia de 78% a 100% contra o coronavírus. Nesta sexta-feira, 8, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu o pedido do Butantan para a autorização do uso emergencial do imunizante.

Diretor-executivo da OMS, Michael Ryan disse na coletiva que o Brasil enfrenta, assim como diversos outros países, uma segunda onda da pandemia.

Ao falar sobre a situação global, o diretor-geral da entidade, Tedros Adhanom, afirmou que o coronavírus está se espalhando “de forma alarmante”. “Estamos em um período complicado da pandemia, não podemos ter complacência”, frisou.