Um culto evangélico organizado para receber duas pessoas vindas de Osasco, na Grande São Paulo, pode ter propagado o novo coronavírus em uma pequena cidade no interior de Mato Grosso do Sul até então livre da doença.

REPRODUÇÃO/GOOGLE

 

Na quarta-feira (06/05), a prefeitura de Caarapó — cidade com 30 mil habitantes próxima à fronteira do Brasil com o Paraguai — anunciou que os visitantes, de 43 e 45 anos, haviam sido diagnosticados com covid-19 após procurarem os serviços locais de saúde.

Antes de serem examinados, a dupla participou de um culto organizado na casa de parentes em Caarapó. Mais de 30 pessoas — entre os quais idosos — compareceram à cerimônia, segundo a prefeitura.

O médico Silvio Ueda, presidente do comitê de enfrentamento à covid-19 em Caarapó, diz à BBC News Brasil que 13 casas cujos moradores estiveram no culto foram isoladas e estão sendo monitoradas.

Ele diz que a prefeitura vinha proibindo aglomerações e recomenda a visitantes que evitem contatos com muitos moradores.

“Infelizmente, um ato irresponsável como esse pode pôr a perder todo nosso esforço para manter Caarapó livre da doença”, afirmou.

Ueda diz que a dupla, que chegou à cidade há cinco dias, está com sintomas leves e permanece em casa com parentes.

O principal cuidado, segundo ele, foi isolá-los de familiares idosos com quem conviveram intensamente nos últimos dias.

Se os parentes manifestarem sintomas gripais, serão imediatamente testados, segundo o médico.

Para ler a matéria completa na BBC Brasil clique aqui.