Um casal feliz, num relacionamento afetuoso e duradouro. Era assim que a psicóloga Roseneia Gomes Machado, de 61 anos, e o médico Antônio Carlos da Silva Pires, de 65, se apresentavam socialmente. Quando foi candidato a deputado estadual, em 2018, o ex-diretor do Hospital Pedro II, em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio, gravou vídeo ao lado da mulher. Abraçada a ele e sorridente, Rose pedia votos no marido. As informações são do Portal Extra.

( Foto: Reprodução / Facebook)

 

Mas na quinta-feira, 29, um trágico assassinato deu fim ao relacionamento de 30 anos, que já havia acabado há dois meses. O clínico geral é suspeito de matar a ex-mulher dentro de um carro estacionado em um shopping no bairro de Campo Grande, na Zona Oeste do Rio. Após atirar em Roseneia, o médico tirou a própria vida.

Para ler a matéria completa no Portal Extra clique aqui.