Morreu neste sábado (26), em Americana (SP), a bebê Aysha Goerigk, que tinha Atrofia Muscular Espinhal (AME) e mobilizou uma campanha de arrecadação para tentar importar o remédio mais caro do mundo, que poderia salvá-la. Com informações sobre o G1.

(Foto: Reprodução)

 

O comunicado da morte foi feito no perfil do Instagram criado para a campanha de arrecadação. “Tentamos tudo o que foi possível, mas cremos que o tempo de Deus é muito maior do que nosso desejo de tê-la em nossos braços”. O velório ocorrerá no Cemitério da Saudade de Americana.

Para ler a matéria completa no Portal G1 clique aqui.