O ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou na tarde desta terça-feira (15) que a vacina contra a Covid-19 será muito bem-vinda para o retorno de alunos e professores às universidades do país. A fala se deu durante coletiva de imprensa realizada no Palácio Iguaçu, em Curitiba, ao lado do governador Ratinho Junior.

O governador Ratinho Junior participo de coletiva de imprensa para esclarecer dúvidas sobre o retorno presencial das aulas na Rede Pública de Ensino do Paraná, acompanhado do ministro da Educação, Milton Ribeiro (Foto: Geraldo Bubniak/AEN)

“Digamos que essa questão da vacina seja muito bem-vinda, se Deus quiser será, e isso possa nos livrar da pandemia, pode ser que no final de fevereiro estejamos tão bem que possamos voltar com tranquilidade. Esse é nosso desejo, porque ninguém aguenta mais ficar em casa, mas não a qualquer preço, não a qualquer custo”, disse.

Inicialmente, o retorno às universidades federais ocorreria em 4 de janeiro, mas o Ministério da Educação (MEC) afiou a volta para 1º de março, por conta do alto número de casos da Covid-19. A portaria recomenda que, para a realização das aulas presenciais, as instituições deverão observar os protocolos de biossegurança para o enfrentamento da pandemia.

Segundo o ministro, era preciso que alguém fizesse um apontamento de data. “Alguém no Brasil precisava apontar uma data como referência. Esse não é um papel das universidades e nem da sociedade, mas é sim do MEC. Apontamos o dia 1° de março como referencial, mas essa data é firme, mas não é fixa e com possibilidade de ser movida a depender da situação”, explicou.

Prouni

Ribeiro também confirmou que a primeira edição do Programa Universidade para Todos (Prouni) de 2021 deve levar em conta notas anteriores de estudantes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). “Estamos vivendo algo diferente e precisamos de uma solução diferente. A lei autoriza que a gente utilize notas passadas e é isso que iremos fazer. Não temos outra solução com o Enem marcado para o final de janeiro. As escolas privadas demandaram essa condição de avaliar a condição dos alunos e a data do Enem seria muito tarde, então definimos o critério”, concluiu.

Os candidatos do Prouni poderão se inscrever entre os dias 12 e 15 de janeiro de 2021. O edital foi publicado no Diário Oficial da União.

A edição de 2019 do Enem deve ser o principal critério de seleção.