O ministro das Comunicações, Fábio Faria, defendeu em Brasília que os celulares passem a receber chips para a leitura da frequência do rádio. A fala se deu durante evento que reúne autoridades da radiodifusão em todo o país, que aconteceu nesta quarta-feira (26).

Divulgação

“Eu já falei com o presidente da república e ele autorizou, então falei com a minha equipe e eu quero fazer com que todos os celulares fabricados no Brasil toquem o rádio”, afirmou o ministro.

A proposta de lei do deputado federal Alex Sandro tem como origem o projeto encabeçado pela Associação das Emissoras de Radiodifusão do Paraná (Aerp), chamado Radiophone. “É uma vitória saber que o Ministério das Comunicações está buscando implantar medidas como a sugerida pela Aerp, na gestão do ex-presidente Alexandre Barros, como a implantação de chips nos celulares brasileiros, permitindo a execução do rádio com as frequências de ondas terrestres, como eram antigamente, e não somente por aplicativos”, destaca o presidente da Aerp, Michel Micheleto.

Segundo Micheleto, é importante destacar que discussões naturais resultam em processos de benefício para o meio. “Por intermédio da Aerp, buscamos ouvir o radiodifusor e entender a dinâmica de mercado para a continuidade e evolução do setor”, diz.

Investimentos

Durante o encontro, Fábio Faria também falou sobre a importância da radiodifusão para o país. “Nós temos que preservar os setores importantes da nossa sociedade e economia e o setor de radiodifusão, para mim, é crucial e contará sempre com o meu apoio”, declara.

O aumento das verbas destinadas ao setor também foi um dos destaques da reunião. Segundo o ministro, o orçamento destinado em 2021 será maior. “Este ano (2020) o orçamento é de R$ 175 milhões, mas foi possível convencer a economia para que ano que vem tenhamos R$ 436 milhões no orçamento da Secretaria de Comunicação”. O ministro destacou ainda que houve um entendimento com o TCU (Tribunal de Contas da União) para que as mídias e divulgações tivessem questionamentos prévios e não após a veiculação nas emissoras.