O MPRS (Ministério Público do Rio Grande do Sul) investiga um esquema de desvio de doações feitas para vítimas das enchentes em Eldorado do Sul, na região metropolitana de Porto Alegre.

Três integrantes da Defesa Civil do município são alvos da ação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) do MPRS, que apura os crimes de apropriação indébita, peculato e associação criminosa durante estado de calamidade pública.

Nove mandados de busca e apreensão foram cumpridos no sábado (25).

Ministério Público do RS investiga suspeita de desvio de doações
Foto: Divulgação/MP-RS

Segundo o MPRS, a ação foi deflagrada após denúncias de desvios de donativos com o objetivo de contemplar futuros eleitores dos investigados. Ao menos dois dos alvos da operação seriam pré-candidatos para as eleições municipais deste ano.

Em nota, a prefeitura de Eldorado do Sul disse que os três agentes mencionados na investigação foram temporariamente afastados de suas funções “para garantir a transparência do processo investigativo”.

Ainda no sábado, o MPRS se reuniu com a prefeitura de Eldorado do Sul e representantes do Exército brasileiro para que a entrega de doações seja assumida em caráter de urgência por militares.

Segundo o órgão, a participação do Exército impede que moradores da cidade fiquem desatendidos de suprimentos básicos durante a investigação.

O MPRS também cobrou da prefeitura a apresentação de um plano de trabalho para a utilização dos recursos públicos já disponibilizados para a reconstrução da cidade e o atendimento à população atingida.

Assim como outras cidades da região metropolitana, Eldorado do Sul viveu a maior enchente de sua história. Toda a área urbana do município foi atingida pela água do rio Jacuí, e em torno de 32 mil pessoas foram afetadas, de um total de 40 mil habitantes.

O MPRS também deflagrou uma operação no município vizinho de Barra do Ribeiro contra três suspeitos de desvios de doações enviados pela Defesa Civil estadual.

“A investigação do Gaeco apura o fato de que os suprimentos, que seriam para vítimas da enchente na região, foram entregues indevidamente em uma entidade ligada a um pré-candidato nas próximas eleições municipais”, disse o órgão. Três suspeitos foram alvos de busca e apreensão na quinta-feira (23).

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Ministério Público do RS investiga suspeita de desvio de doações

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.