Outubro está no fim e, ainda que não seja tão tradicional em terras brasileiras, o Halloween já passa a influenciar as pessoas. Músicas, comidas, roupas, filmes, séries, entre outras coisas podem ser adaptadas ao clima assustador.

FOTO: STOCK_COLORS/GETTY IMAGE

O que muita gente não sabe é que até mesmo o universo sexual tem práticas que podem ser relacionadas com a data. Uma delas é o fear play – termo que, em tradução livre, significa jogo do medo.

O fetiche consiste em usar o medo como gatilho para criar excitação e desejo sexual, por meio da adrenalina em vez da endorfina. De acordo com o terapeuta sexual André Almeida, a efetividade da prática vai variar de pessoa para pessoa.

“O desejo sexual tem uma parcela psicológica muito forte, então é importante entendermos que diferentes coisas despertam desejo em diferentes pessoas. Assim como para algumas pessoas a dor desperta excitação, para outras o susto, medo e horror podem ter o mesmo efeito”, explica.

Para ler a matéria completa no Metrópoles, parceiro da Banda B, clique aqui.