(Foto: Reprodução)

A Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau) de Campo Grande vai apurar o caso de um post no Facebook atribuído a uma médica, afirmando que era “dia de maldade” e de dar alta a pacientes dependendo do voto de cada um. Uma captura de tela do texto gerou revolta nas redes sociais. O perfil de Beatriz Padovan Vilela foi excluído.

“Hoje é dia de maldade. Perguntar pro paciente em quem vai votar antes da alta. Dependendo da resposta, alta só segunda!! #B17 É dessa vitamina que o povo brasileiro precisa!”, dizia a publicação.

Uma crítica à atitude da médica publicada no Twitter na manhã deste domingo já angariou quase 2 mil curtidas e cerca de 1,1 mil compartilhamentos.

“Fica a observação para vocês tomarem cuidado”, escreveu uma usuária do Twitter.

“Nossa! Que falta de ética! Tem que denunciar para o CRM!!”, afirmou outra internauta.

Para ler a matéria completa no Extra clique aqui.