O NAM Atlântico da Marinha, o maior navio de guerra da América Latina, chegou neste fim de semana ao Rio Grande do Sul, levando toneladas de donativos.

Navio chegou ao Rio Grande, no sul do estado, no sábado (11), transportando 154 toneladas de donativos, 2,9 toneladas de medicamentos e 1.350 militares para apoiar a população atingida pela calamidade.

Além do NAM (sigla para Navio-Aeródromo Multipropósito), também foram enviados oito navios e um comboio de veículos anfíbios, que podem transitar na água e na terra.

Número de mortos em decorrência das enchentes no Rio Grande do Sul chegou a 147, segundo boletim da Defesa Civil do estado. Além disso, 127 pessoas estão desaparecidas.

Saiba mais sobre o navio

O NAM foi construído na década de 1990, na Inglaterra. Embarcação foi incorporada à Marinha do Brasil em 2018, quando recebeu o nome de Porta-Helicópteros Multipropósito “Atlântico”.

Já em novembro de 2020, foi reclassificada como “Navio-Aeródromo Multipropósito”, devido a sua capacidade de operar com aeronaves remotamente pilotadas.

O navio tem 203 metros de comprimento, sua velocidade máxima mantida é de 18 nós (33 km/h) e o raio de ação é de 8 mil milhas náuticas (14,8 mil quilômetros).

Embarcação, que é um porta-helicópteros, tem capacidade para transportar 18 aeronaves de asa rotativa -podendo ter, simultaneamente, até sete aeronaves em seu convés de voo. Este NAM pode utilizar todos os tipos de helicópteros pertencentes aos esquadrões da Marinha.

Já no porão de carga, a capacidade é de 40 veículos. Além disso, possui quatro lanchas de desembarque anfíbio.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Maior navio de guerra da América Latina chega para apoiar RS

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.