O padre Mateus Tavares dos Santos, de uma paróquia de São Sebastião da Boa Vista, na ilha de Marajó (PA), foi vítima de um assalto, nesse sábado (07/10), enquanto viajava de barco para realizar uma missa. O curioso é que, após o crime, os ladrões voltaram ao local para ajudar o religioso, que estava se afogando.

(Foto: Getty Imagens)

 

O caso aconteceu quando dois homens, armados, invadiram a embarcação e anunciaram o assalto. De acordo com o depoimento do religioso, os criminosos levaram R$ 500, um relógio e a mochila.

Após a ação, os homens exigiram ainda que o padre retirasse o salva-vidas e pulasse na água. Em seguida os bandidos seguiram fuga em outro barco

Durante o depoimento à polícia, o padre contou que ficou por mais de 15 minutos dentro do rio, e sem forças, começou a rezar. Pouco tempo depois, a embarcação dos bandidos retornou ao lugar e um deles questionou o religioso: “Tu é padre, mesmo?”.

Para ler a matéria completa no Metrópoles, parceiro da Banda B, clique aqui.