Antes de ser filmado espancando uma mulher com socos repetidos no rosto, Carlos Samuel Freitas Costa Filho, de 33 anos, havia sido denunciado pela própria mãe, em 2017, por tentar extorqui-la depois de mantê-la em cárcere privado e até de ameaçá-la de morte. Os dois episódios de violência ocorreram em Ilhéus (BA).

(Foto: Reprodução WhatsApp)

Fazem parte de uma lista que, até o ataque (ainda não se sabe quando a última agressão teria ocorrido) filmado, era de 10 acusações.

Uma pessoa que foi próxima a Carlos Samuel alegou, em conversa com o Metrópoles, que “a história dele é muito feia”. “O Carlos Samuel é muito ruim”, disse a conhecida.

Segundo essa pessoa, a mãe de Carlos Samuel, de 58 anos, é a mais atingida. Segundo relato da mãe do agressor na delegacia, feito em 2017, ele a teria obrigado a conseguir R$ 3,7 mil com um agiota, depois de ter sofrido ameaças de morte.

Para ler a matéria completa no Metrópoles, parceiro da Banda B, clique aqui.