Um japonês foi preso no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, ao tentar embarcar em um voo para Bangkok, na Tailândia, com 99 besouros vivos escondidos na bagagem, na madrugada deste sábado (29).

(Foto: Divulgação/Polícia Federal)

De acordo com a Polícia Federal, os insetos foram encontrados durante a inspeção feita pela Receita Federal nas malas. Os bichos estavam acondicionados em embalagens plásticas de tamanhos diversos.

À Polícia Federal, o japonês alegou que era colecionador e estava levando os besouros para sua coleção e, em parte, para revenda. Segundo o asiático, os animais foram adquiridos em São Paulo por 500 dólares. Alguns seriam revendidos pelo triplo do preço pago no Brasil.

Os besouros apreendidos foram recolhidos pelo Ibama e encaminhados para o Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo, onde especialistas farão a identificação das espécies, regiões de onde eles vieram, eventual risco de extinção ou raridade.

O japonês foi levado para a PF, onde assinou um termo circunstanciado e foi liberado para responder por crime ambiental no Juizado Especial Criminal Federal de Guarulhos.