O marido de Flávia de Souza, de 33 anos, quer propor um acordo para o condomínio após o deck do local ceder, causando a morte de sua esposa, que estava grávida. O advogado do caso, Eduardo Duarte, informou a VEJA que uma ação judicial será “a última opção”. “Essa não foi a intenção manifestada por Marcelo Martins”, disse.

(Foto: Reprodução)

 

No último sábado, 14, em São Sebastião, litoral norte de São Paulo, um casal foi passar o fim de semana em um apartamento. Ao descerem em um deck que dava vista para a praia para tirar uma selfie, a estrutura rompeu e os dois caíram. O casal foi socorrido e encaminhado ao pronto-socorro da cidade, mas Flávia não resistiu aos ferimentos. Marcelo recebeu alta no último domingo, 15.

A Polícia Civil informou que as circunstâncias estão sendo apuradas. O caso foi registrado como morte suspeita — e um inquérito foi instaurado para apurar homicídio culposo por omissão.

Para ler a matéria completa no MSN clique aqui.