Rede negou que ofereça descontos via WhatsApp. Foto: Reprodução

 

A vítima da vez do aplicativo WhatsApp é a rede de fast-food Burger King. A mensagem de um cupom de desconto circula há cerca de quinze dias, promete um suposto desconto de 50 reais e leva as pessoas a uma página falsa de cadastro para capturar os dados pessoais das vítimas. Claro. Um golpe.

Assim como em diversos golpes semelhantes, a mensagem direciona a um preenchimento do formulário, pedindo que a promoção falsa seja compartilhada com 10 amigos ou três grupos para que o desconto seja liberado. Um golpe semelhante a esse já circulou pelas mensagens do WhatsApp em 2016.

A rede divulgou que não possui descontos via WhatsApp e que cupons podem ser adquiridos no próprio aplicativo do Burger King (Android e iPhone), com descontos baseados em geolocalização.