O Exército afastou e abriu investigação interna contra militares que, no domingo (26), evacuaram moradores de um bairro de Canoas (RS) com a informação falsa de que um dique havia se rompido na região.

O caso ocorreu por volta das 18h. Militares da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada receberam vídeos que circulavam em redes sociais sobre um suposto rompimento da represa e, sem checar a veracidade das informações, enviaram um alerta aos moradores do bairro Mathias Velho.

Exército afasta militares que fizeram falso alerta de evacuação em Canoas (RS)
Resgate de vítimas das enchentes em Canoas (RS) – Foto: Divulgação/Prefeitura de Canoas

“O Exército Brasileiro esclarece que tal situação decorreu de um grave erro de procedimento. Medidas administrativas foram adotadas para apurar rigorosamente os fatos. Os militares diretamente envolvidos foram afastados de suas atividades durante o processo de investigação”, disse a Força, em nota.

O Exército ainda disse que reitera seu “compromisso com a população afetada pela catástrofe ambiental” e manifestou “solidariedade a todos os moradores que foram erroneamente informados”. “A 14ª Brigada de Infantaria Motorizada […] pede sinceras desculpas pelo ocorrido”, concluiu.

Exército afasta militares que fizeram falso alerta de evacuação em Canoas (RS)
Dependências do Hospital Pronto-Socorro de Canoas Deputado Nelson Marchezan, que foi destruído pela força das águas – Foto: Bruno Santos/Folhapress

Os vídeos e relatos sobre o falso rompimento do dique de Canoas passaram a circular nas redes sociais no domingo.

Cerca de uma hora após o Exército iniciar a evacuação do bairro, a Prefeitura de Canoas informou à população que o bairro estava seguro e que a informação que circulava era falsa.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Exército afasta militares que fizeram falso alerta de evacuação em Canoas (RS)

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.