As aulas do campus Pirituba do IFSP (Instituto Federal de São Paulo) foram suspensas nesta segunda-feira (29) após uma série de ameaças de morte recebidas por alunos do local. Cerca de 1,1 mil alunos foram afetados pela decisão.

As ameaças seriam “retaliações” a protestos realizados na semana passada no campus contra assédios cometidos a alunas por parte de colegas.

“Se vocês querem guerra, isso que terão. Meninas, não fiquem com medo de serem assediadas, sintam medo de perderem suas vidas”, dizia trecho da mensagem, enviada por um e-mail anônimo a estudantes.

As ameaças foram feitas a alunos do primeiro ano do ensino médio e encaminhadas por uma das alunas ameaçadas à reitoria da instituição no sábado (27).

Foto: IFSP Letras/Facebook/Reprodução

Em nota, a reitoria do IFSP informou que “tomou as medidas legais e protetivas cabíveis visando propiciar maior seguridade, respaldo e o melhor esclarecimento dos fatos a toda nossa comunidade”.

Segundo a instituição, os casos de assédio denunciados foram levados à direção, tratados dentro do Regime Disciplinar Discente e também dialogados com alunos e responsáveis.

O IFSP também informou em nota enviada à reportagem que a equipe de tecnologia do instituto atuou no rastreio das mensagens e elaborou um relatório sobre o assunto, que já está nas mãos da polícia. A Polícia Militar deve reforçar a ronda no local a partir de amanhã.

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo informou que o caso foi registrado na 4ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM Norte).

Segundo o órgão, a autoridade policial local está em contato com o IFSP para identificar e localizar as vítimas, que devem ser ouvidas e fazer representação criminal contra o autor das ameaças.
As aulas devem ser retomadas no campus amanhã.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Estudantes do Ensino Médio sofrem ameaça de morte e IFSP cancela aulas

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.