A esposa do desembargador do Tribunal de Justiça do Piauí, Luiz Gonzaga Brandão de Carvalho, foi assaltada,
humilhada e teve um revólver engatilhado apontado em sua cara. Os bandidos levaram o carro da vítima junto com vários pertences. A informação é do Jornal da Cidade.

Desembargador Luiz Gonzaga Brandão de Carvalho – Reprodução

Revoltado com a situação, o magistrado desabafou e não poupou palavras ao demonstrar sua indignação com a
bandidagem:

“Conclamo aqui a todos que fechem as portas da liberação para habeas corpus de bandidos perigosos que atacam a dignidade humana e o patrimônio e a vida alheia”, pediu.

O magistrado disse que a sua manifestação nesse momento é como membro do Poder Judiciário.

“Eu falo aqui é como um homem íntegro do poder judiciário, que teve sua esposa assaltada e quase
assassinada pela bandidagem. Graças a Deus não mataram minha esposa”, desabafou
Brandão ainda disse que sua esposa ao se dirigir à delegacia da área em que ela foi assaltada, lá tinha apenas um
soldado da polícia militar.

“Dessa forma é muito difícil a população poder contar com segurança pública. Faço aqui um apelo
as responsáveis por essa pasta que tanto a população clama, coloquem viaturas nas ruas, coloquem
um policiamento ostensivo, o povo não suporta mais tamanho descaso com nossa segurança. […] O
Piauí está vivendo um clima de terrorismo. Nossa segurança pública não existe para conter esses
criminosos”, destacou.