Com a promulgação nesta quinta-feira (02), da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que adia as eleições municipais para 15 (1º turno) e 29 de novembro (2º turno), fica estabelecida a prorrogação de diversas datas do calendário eleitoral.

A realização das convenções partidárias para definição de coligações e escolha dos candidatos foi adiada para dia 31 de agosto a 16 de setembro. As convenções podem ocorrer por meio virtual.

(José Cruz/Agência Brasil)

Já o período para o registro de candidaturas deve acontecer do dia 31 de agosto a 26 de setembro. Início do prazo para que a Justiça Eleitoral convoque partidos e emissoras de rádio e TV para elaboração do plano de mídia.

O início da Propaganda Eleitoral, inclusive na internet, começa em 27 de setembro.

O dia 15 de dezembro está marcado para ser o último dia para entrega das prestações de contas. E o dia 18 de dezembro é o prazo final para diplomação dos eleitos.