Bambi, uma elefanta indiana, está a caminho do Santuário dos Elefantes Brasil, localizado na Chapada dos Guimarães (MT), nesta sexta-feira (25). Ela percorre cerca de 1.270 quilômetros, já que foi transferida do Zoológico Municipal de Ribeirão Preto.

Autorizada pela Justiça no início da semana, a transferência da elefanta levou quatro dias para acontecer. Segundo informações fornecidas pelas redes sociais do Santuário, Bambi precisou passar por um processo de ambientação de Bambi com a caixa de transporte.

“Quando pensamos na logística de transporte de um elefante, temos que ter em mente as diversas fases e detalhes desse processo, que incluem desde a parte burocrática de documentação, equipamentos, produtos para cuidados com o elefante, além de tudo o que envolve as pessoas da equipe. Tudo isso é planejado sempre com o objetivo principal de oferecer o maior bem-estar.”

 

Bambi, elefanta que vive em Ribeirão Preto (SP), na caixa em que será levada ao Mato Grosso. Foto: Reprodução/Rede Globo/EPTV

 

Ainda segundo o Santuário, a viagem conta com paradas de duas a três horas para verificar se Bambi está bem. Ela também é monitorada através de um sistema de câmeras. O percurso está sendo feito com um caminhão, dois carros com a equipe do Santuário e escolta da Polícia Rodoviária Federal.

O elefante estava desde 2014 no Bosque Zoológico de Ribeirão Preto, interior de São Paulo. Antes disso, o animal morava no Zoológico de Leme. Com aproximadamente 58 anos de vida, Bambi possuí deficiência visual no olho esquerdo e má oclusão dentária, tendo traumas de maus tratos.

“Depois de uma vida de sofrimento e solidão, Bambi terá a chance de ser um elefante novamente!”, escreveu o Santuário em um comunicado publicado no Instagram.