(Foto: Reprodução Twitter)

O presidente do diretório municipal do PT em Atibaia (SP), Geovani Doratiotto, foi agredido por policiais militares dentro de uma delegacia da cidade nesse domingo (3). Geovani teve um dos braços quebrados por um oficial.

Segundo a companheira de Geovani, Pham Dal Bello , a agressão ocorreu neste domingo 3, quando acompanhavam um bloco de Carnaval.

No relato publicado por Pham Dal Bello nas redes sociais, Giovanni teria sido provocado por um PM por em função de sua camiseta, que trazia a frase “Lula Livre”. O petista foi levado para a delegacia, e no local teve seu braço quebrado por um policial depois que ele já havia sido imobilizado.

“Foi algemado com duas algemas que eles apertaram o quanto puderam para machucar”, relatou.

Para ler a matéria completa no Notícias ao Minuto clique aqui.