(Foto: Divulgação)

 

Uma companhia aérea terá que indenizar em R$ 6 mil uma passageira por danos morais. A mulher solicitou uma refeição kosher, alimentação preparada a partir de preceitos do judaísmo, e o pedido havia sido confirmado pela companhia Alitalia. No entanto, ao chegar no avião, ela foi informada de que a refeição não seria disponibilizada. A passageira ficou 15 horas sem se alimentar por causa da falha da empresa. O voo saía de Tel Aviv, em Israel, com destino ao Rio de Janeiro.

Dias depois, a mulher informou à Justiça que entrou novamente em contato com a companhia aérea para garantir que a refeição estaria disponível no voo de volta. A empresa, no entanto, só teria respondido a mensagem dias depois.

De acordo com a relatora do acórdão, a desembargadora Ana Maria Pereira de Oliveira, a falha do serviço da empresa provocou danos e aborrecimentos à passageira.

Leia a reportagem completa aqui.