O Brasil registrou 398 novas mortes entre sábado (29) e domingo (30), totalizando 120.896 óbitos por conta do novo coronavírus desde o início da pandemia no país.

O número de casos confirmados da doença chegou a 3.862.116, com 15.151 novos registros desde o dia anterior. No último sábado (29), o país ultrapassou a marca dos 120 mil mortos.

(Foto: Fiocruz)

 

Os dados são fruto de colaboração inédita entre Folha, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais. O balanço é fechado diariamente às 20h.

Além dos dados diários do consórcio, a Folha também mostra a chamada média móvel de mortes, que neste último levantamento está em 875.
Essa média é calculada somando os resultados dos últimos sete dias, dividindo por sete. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão.

Os números ficam acima dos apontados pelo Ministério da Saúde em seu boletim. De acordo com a pasta, o Brasil registrou até às 18h do domingo 120.462 mortes pela Covid-19, e um total de 3.846.153 casos confirmados.

Os dados do boletim mostram que foram registradas 958 mortes nas últimas 24 horas. Desde as 20h do último sábado (29), não houve alteração no número de novos casos registrados.

Os números do Ministério da Saúde também mostram que 3.006.812 pessoas se recuperaram da doença. O estado de São Paulo segue o mais afetado pelo novo coronavírus, registrando um total de 29.978 óbitos em decorrência da Covid-19 e 803.404 casos confirmados desde o início da pandemia.

Na sequência da lista de unidades da federação com maior número de óbitos aparecem Rio de Janeiro, Ceará, Pernambuco e Pará.

O Brasil tem uma taxa de cerca de 56,9 mortos por 100 mil habitantes. Nos Estados Unidos, que têm o maior número absoluto de mortos (183.005), a taxa é de 55,6.

O México, que figura em terceiro lugar no número de mortos pelo novo coronavírus (63.819), tem 48,3 mortes para cada 100 mil habitantes. O Reino Unido registrou até o momento 41.586 casos fatais da doença, com taxa de 62 óbitos para cada 100 mil habitantes.

Na Argentina, onde a pandemia desembarcou nove dias mais tarde que no Brasil e seguiu uma quarentena muito mais rígida, o índice é de 18,6 mortes por 100 mil habitantes. O país vizinho contabiliza atualmente 8.401 óbitos por Covid-19.